Para se aprofundar: livro reúne 22 artigos sobre filantropia e sociedade civil

A dica da vez é o livro “Filantropia de justiça social, movimentos sociais e sociedade civil no Brasil”. A publicação foi lançada durante o Festival ABCR, da Associação Brasileira de Captadores de Recursos, que aconteceu entre os dias 6 e 8 de junho em São Paulo, e conta com a organização de Graciela Hopstein, um dos destaques da próxima edição de fascículos da Série Mobiliza.

Graciela é doutora em Serviço Social, mestre em Educação e coordenadora da Rede de Filantropia para a Justiça Social. Na apresentação que abre o livro, ela explica que uma das grandes motivações para organizá-lo foi a necessidade de reunir um conjunto diverso de pessoas que atuam no campo social, com múltiplas inserções profissionais, de forma a criar um diálogo plural e aberto.

Sendo assim, o conjunto traz 22 textos que propõem análises e reflexões sobre o cenário da filantropia social no Brasil e como o campo se articula com organizações da sociedade civil (OSC) e movimentos sociais.

Para agrupar temas semelhantes, os artigos são divididos em cinco eixos: 1. O cenário dos direitos humanos na América Latina e no Brasil; 2. Visão internacional sobre a filantropia na América Latina e no Brasil; 3. Filantropia de justiça social no Brasil; 4. Filantropia comunitária no cenário internacional e no Brasil e 5. Mobilização de recursos e investimento social privado no Brasil.

O primeiro eixo do livro apresenta textos que falam da reforma dos direitos humanos e sociais e como a crise deteriora políticas de direitos humanos e expõe defensores à violência. Em seguida, a parte dois apresenta uma “visão internacional sobre a filantropia na América Latina e no Brasil”. Nesse bloco, são abordados tópicos como investimento social privado e o poder da comunidade na promoção dos direitos humanos.

Já a parte três, que trata justamente do tema proposto no livro, a “filantropia de justiça social no brasil”, é a maior de todas. São 11 textos de 17 autores, com reflexões que perpassam diversos temas, como: filantropia familiar, as mídias livres e os movimentos culturais na defesa de direitos, filantropia e equidade racial, filantropia feminista, movimento socioambiental e muitos outros. Também é nesse bloco que Graciela apresenta a Rede de Filantropia para Justiça Social.

Enquanto que a parte quatro traz o tema “filantropia comunitária no cenário internacional e no Brasil”, o bloco cinco fica responsável por tratar do “investimento social privado e mobilização de recursos no Brasil”. O livro pode ser obtido gratuitamente via download neste link.

 

QUER SABER DAS TENDÊNCIAS EM IMPACTO SOCIAL E MOBILIZAÇÃO DE RECURSOS? CADASTRE-SE

mobiliza-fundo

Entre em contato e solicite uma conversa (13) 99715-7973 ou contato@mobilizaconsultoria.com.br